Skip to content

FONOLOGIA

14 de outubro de 2010

Curso de Português para Vestibulares e Concursos – Professor Romão Júnior

Fonologia

 

1. CONCEITOS BÁSICOS

 

Fonologia é uma palavra formada por elementos gregos: fono (“som”, “voz”) e log, logia (“estudo”, “conhecimento”). Significa literalmente “estudo dos sons”. Os sons que essa parte da Gramática estuda são os fonemas (fono + -ema, “unidade distintiva”).

Fonema é uma unidade sonora capaz de estabelecer diferenças de significado.

Não se devem confundir fonemas e letras: os fonemas são sons; as letras são sinais gráficos que procuram representar esses sons.

2. CLASSIFICAÇÃO DOS FONEMAS

Os fonemas da língua portuguesa são classificados em vogais, semivogais e consoantes.

Vogais: São fonemas sonoros produzidos por uma corrente de ar que passa livremente pela boca. Em nossa língua, desempenham o papel de núcleo das sílabas. Em termos práticos, isso significa que em toda silaba há necessariamente uma única vogal.

Semivogais: há duas semivogais em português, representadas pelo símbolo /j/ e /w/ e produzidas de forma semelhante às vogais altas /i/ e /u/. A diferença fundamental entre as vogais e as semivogais está no fato de que estas últimas não desempenham o papel de núcleo silábico. As semivogais necessariamente acompanham alguma vogal, com a qual formam sílaba.

As letras utilizadas para representar as semivogais em português são utilizadas também para representar vogais, o que cria muitas dúvidas. A única forma de diferenciá-las efetivamente é falar e ouvir as palavras em que surgem:

país – pais     /     baú – mau

Em país e baú, as letras i e u representam respectivamente as vogais /i/ e /u/. Já em pais e mau, essas letras representam as semivogais /j/ e /w/. Isso pode ser facilmente percebido se você observar como a articulação desses sons é diferente em cada caso.

Em algumas palavras, encontramos as letras e e o representando as semivogais:

mãe (/maj/)     /     pão (/pãw/)

Consoantes: Para a produção das consoantes, a corrente de ar expirada pelos pulmões encontra obstáculos ao passar pela cavidade bucal. Isso faz com que as consoantes sejam verdadeiros “ruídos”, incapazes de atuar como núcleos silábicos. Seu nome provém justamente desse fato pois, em português, sempre soam com as vogais, que são os núcleos das silabas.

3. Sílabas

As sílabas são conjuntos de um ou mais fonemas pronunciados numa única emissão de voz. Em nossa língua, o núcleo da sílaba é sempre uma vogal: não existe sílaba sem vogal e nunca há mais do que uma única vogal em cada sílaba. Semivogais não são nunca núcleos de sílabas em português.

De acordo com o número de sílabas os vocábulos podem ser:

a)    monosilabos – formados por uma única sílaba: é, há, ás, cá, mas, flor, quem, quão;

b)   dissílabos – apresentam duas sílabas: a-í, a-li, de-ver, cle-ro, í-ra, sol-da, trans-por;

c)    trissílabos – apresentam três sílabas: ca-ma-da,   Oda-ir, pers-pi-caz, tungs-tê-nio, felds-pa-to;

d)   polissílabos – apresentam mais do que três silabas: bra-si-lei-ro, psi-co-lo-gi-a, a-ris-to-cra-ci-a,                  o-tor-ri-no-la-rin-go-lo-gis-ta.

4. ENCONTROS vocalicos

Os encontros vocálicos são agrupamentos de vogais e semivogais, sem consoantes intermediarias. É importante reconhecê-los para fazermos a correta divisão silábica dos vocábulos. Há três tipos de encontros:

a)    hiato – é o encontro de duas vogais num vocábulo. Os hiatos são sempre separados quando da divisão silábica: ju-í-zes, ru-im, pa-ís;

b)   ditongo – é o encontro de uma vogal com uma semivogal ou de uma semivogal com uma vogal; pertencem obviamente a uma mesma sílaba. O encontro vogal + semivogal é chamado de ditongo decrescente (como em moi-ta, cai, mói). O encontro semivogal + vogal forma o ditongo crescente (como em qual, pá-tria, sé-rio). Os ditongos podem ser classificados ainda em orais (todos os apresentados até agora) e nasais (como mãe ou pão);

c)    tritongo – é a seqüência formada por uma semivogal, uma vogal e uma semivogal, sempre nessa ordem. O tritongo pertence a uma única silaba: Pa-ra-guai, quão. Os tritongos podem ser orais (Paraguai) ou nasais (quão).

5. ENCONTROS consoantais

O agrupamento de duas ou mais consoantes, sem vogal intermediaria, recebe o nome de encontro consonantal.

pra-to, pla-ca, bro-to, trei-no

ad-vogado, ad-mitir, al-gema, cor-te

6. Dígrafos

A palavra dígrafo é formada por elementos gregos: di, “dois”, e grafo, “escrever”. O dígrafo ocorre quando duas letras são usadas para representar um único fonema.

a)    Dígrafos consonantais

chchuva, China;

lh – alho, milho

nh – sonho, venho

rr – usado unicamente entre vogais: barro, burro, birra;

ss – usado unicamente entre vogais: assunto, assento;

sc – ascensão, descendente;

– nao, crea;

 

xc – exceção, excesso;

xs – exsuar, exsudar

guguelra, águia;

ququestão, aquilo

b)   Dígrafos vocálicos

am e na – campo, sangue;

em e em sempre, tento;

im e in – limpo, tingir;

om e on – rombo, tonto;

um e um nenhum, sunga;

7. Dívisão silábica

a)    Ditongos e tritongos pertencem a uma única sílaba: au-tô-no-mo, outono, dinheiro; U-ru-guai, i-guais;

b)   Os hiatos são separados em duas sílabas: du-eto,      a-mên-do-a, ca-a-tin-ga;

c)    Os dígrafos ch, lh, nh, gu e qu pertencem a uma única sílaba: chu-va, mo-lha, es-ta-nho, guel-ra, a-que-la;

d)   As letras que formam os dígrafos rr, ss, sc, , xs e xc devem ser separadas: bar-ro, as-sun-to,  des-cer,  nas-ço, ex-su-dar, ex-ce-to;

e)    Os encontros consonantais que ocorrem em sílabas internas devem ser separadas, excetuando-se aquelas em que a segunda consoante é l ou r: con-vic-ção, as-tu-to, ap-to, cír-culo, ad-mi-tir, ob-tu-rar, etc.; mas a-pli-ca-ção, a-pre-sentar, a-brir, re-tra-to, de-ca-tlo. Lembre-se de que os grupos consonantais que iniciam palavras não são separáveis: gnós-ti-co, pneu-má-ti-co, mne-mô-ni-co.

About these ads

From → Gramática

One Comment
  1. Alex permalink

    ei menino do rio disponibiliza umas questões do caderno de 100 questões, velho teve gente que nem para a aula vem mais e recebeu é froide

    valeu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 714 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: