Skip to content

QUESTÕES DA FCC

19 de janeiro de 2011

Atenção: As questões de números 01 a 09 baseiam-se no texto apresentado abaixo.

 

A vida sedentária, as dietas gordurosas e a obesidade estão fazendo que doenças típicas de adultos comecem a manifestar-se em crianças e adolescentes. Entre elas está o colesterol alto, uma ameaça à saúde do coração. Como o seu surgimento precoce é um fenômeno verificado nos últimos anos, faltam estudos epidemiológicos mais amplos. Os especialistas tampouco estabeleceram os níveis aceitáveis em meninos e meninas – os parâmetros utilizados são os mesmos aplicados aos adultos.

Uma das primeiras pesquisas revelou que 25% da população infantil brasileira apresentavam níveis elevados de colesterol. O dado preocupa, mas deve ser lido com cautela, já que os pesquisadores não analisaram a condição clínica dos participantes – um aspecto essencial em se tratando de crianças atendidas num laboratório de análises, e não escolhidas aleatoriamente. O mérito do trabalho está mais em chamar a atenção para o problema.

O acúmulo de gordura no sangue é conseqüência direta da enorme mudança de hábitos ocorrida em todos os níveis sociais. Uma das mais drásticas aconteceu na dieta. Em dez anos, o arroz, o feijão e a salada praticamente desapareceram do prato das crianças brasileiras. Foram substituídos pelos hambúrgueres e batata frita. Assim, a alimentação ganhou excesso de gorduras saturadas e de proteínas, o que eleva as taxas de colesterol.

Além disso, em decorrência do corre-corre quotidiano, fazer uma refeição deixou de ser um hábito controlado pelos pais para transformar-se, na maioria das vezes, numa atividade solitária diante da televisão ou da tela de um computador.

Contribui ainda para o aumento do colesterol em crianças o sedentarismo. Estima-se que apenas um terço delas pratique mais de meia hora diária de atividades físicas moderadas. Elas deixaram de brincar ao ar livre, para ficar na frente da televisão ou do computador.

(Adaptado de Giuliana Bergamo, Veja, 17 de agosto de 2005, p.110-111)

Questões

 

1. (FCC – Pref. Santos 2005) O texto permite concluir que a solução para o problema nele apontado está

(A) no retorno à tranqüilidade das reuniões familiares, no momento das refeições.

(B) na diminuição dos afazeres diários, para que a hora da alimentação transcorra em calma.

(C) na divulgação, até mesmo em programas da televisão, dos riscos oferecidos à saúde por certos hábitos.

(D) no estabelecimento de parâmetros médicos ideais para diagnosticar problemas de saúde em crianças.

(E) em uma dieta equilibrada e saudável, além de atividade física regular.

2. (FCC – Pref. Santos 2005) O dado preocupa, mas deve ser lido com cautela ... (2o parágrafo)

Conforme o texto, justifica-se corretamente a afirmativa acima porque se trata de

(A) informações ainda sujeitas a comprovação na área médica, por meio de exames mais específicos.

(B) mudanças alimentares que se dão sem controle de cientistas, por ocorrerem em todos os níveis sociais.

(C) crianças que já teriam problemas de saúde, a serem diagnosticados por exames laboratoriais.

(D) observações feitas por leigos no assunto, como os familiares, sem acompanhamento médico mais atento.

(E) uma pequena parcela da população, o que torna os resultados insuficientes para chegar a diagnósticos precisos.

3. (FCC – Pref. Santos 2005) É correto afirmar que o 2o parágrafo do texto constitui

(A) conclusão antecipada das afirmativas anteriores.

(B) ressalva a afirmativas desenvolvidas no 1o parágrafo.

(C) exemplo que confirma os dados apresentados a seguir.

(D) reforço ao que foi discutido no 1o parágrafo, por ser repetitivo.

(E) argumentação que vai embasar o desenvolvimento do parágrafo seguinte.

4. (FCC – Pref. Santos 2005) … faltam estudos epidemiológicos mais amplos. (1º parágrafo)

A afirmativa acima tem como causa o fato de que

(A) as altas taxas de colesterol podem tornar-se ameaça à saúde do coração.

(B) 25% da população infantil brasileira apresentam altos níveis de colesterol.

(C) foi detectado acúmulo de gordura nos exames realizados em laboratórios.

(D) só recentemente os médicos começaram a perceber altas taxas de colesterol em crianças.

(E) a vida sedentária provocou várias mudanças na alimentação do brasileiro.

5.  (FCC – Pref. Santos 2005) – os parâmetros utilizados são os mesmos aplicados aos adultos. (final do 1o parágrafo)

O travessão introduz, considerando-se o contexto,

(A) um segmento explicativo da afirmativa anterior.

(B) a enumeração de fatos pertinentes ao desenvolvimento.

(C) uma afirmativa incoerente, por contrariar o sentido da anterior.

(D) a reprodução exata de uma informação de caráter científico.

(E) a ligação entre duas afirmativas de sentido idêntico.

6. (FCC – Pref. Santos 2005) … já que os pesquisadores não analisaram a condição clínica dos participantes. (2o parágrafo)

O verbo que exige o mesmo tipo de complemento que o do grifado acima está na frase:

(A) Entre elas está o colesterol alto …

(B) Uma das mais drásticas aconteceu na dieta.

(C) … o que eleva as taxas de colesterol.

(D) … praticamente desapareceram do prato das crianças

brasileiras.

(E) … para ficar na frente da televisão ou do computador.

7. (FCC – Pref. Santos 2005)  … que doenças típicas de adultos comecem a manifestar-se em crianças e adolescentes. (início do texto)

O verbo flexionado no mesmo tempo e modo do grifado acima está na frase:

(A) … que 25% da população infantil brasileira apresentavam níveis elevados de colesterol.

(B) Assim, a alimentação ganhou excesso de gorduras saturadas e de proteínas …

(C) Contribui ainda para o aumento do colesterol em crianças o sedentarismo.

(D) … que apenas um terço delas pratique mais de meia hora diária de atividades físicas moderadas.

(E) Elas deixaram de brincar ao ar livre …

 

8. (FCC – Pref. Santos 2005) A concordância está feita corretamente na frase:

(A) Refeições saudáveis, com base em verduras e legumes, além da prática de exercício físico, reduz o risco de doenças cardíacas.

(B) Com as comodidades da vida moderna, ocorreram mudanças de hábitos alimentares em todos os níveis sociais.

(C) A prática diária de esportes nem sempre são suficientes

para controlar os altos níveis de colesterol em jovens.

(D) Um dos maiores problemas atuais das crianças estão na falta de controle do hábito de comer diante da televisão ou do computador.

(E) Já está se manifestando em crianças certas doenças típicas de adultos, principalmente por causa de alimentos ricos em gorduras.

9. (FCC – Pref. Santos 2005) Crianças têm hábitos menos arraigados.

É mais fácil modificar hábitos alimentares das crianças.

É preciso haver adultos dispostos a essa tarefa.

As três frases acima organizaram-se em um único período, com clareza, correção e lógica, em:

(A) Crianças têm hábitos menos arraigados, e porque é mais fácil modificar, é preciso que os adultos dispostos a essa tarefa, modifiquem-nos.

(B) Já que é preciso haver adultos dispostos a essa tarefa de modificar hábitos alimentares menos arraigados, das crianças, o que é fácil.

(C) Desde que é mais fácil modificar hábitos alimentares das crianças, que esses hábitos estão menos arraigados, e haver adultos dispostos a essa tarefa.

(D) É mais fácil modificar hábitos alimentares das crianças, com adultos dispostos a essa tarefa, para modificar-lhes, que são menos arraigados.

(E) Como as crianças têm hábitos alimentares menos arraigados, é mais fácil modificá-los, desde que haja adultos dispostos a essa tarefa.

Atenção: As questões de números 10 a 15 baseiam-se no texto apresentado abaixo.

 

O papel da ciência é aliviar o sofrimento material do homem. O caso das células-tronco é importante por ser um claro exemplo de como decisões políticas que misturam ciência com dogmatismo religioso podem prejudicar tanto os cientistas quanto toda a população.

As células-tronco são extraídas de embriões humanos com aproximadamente cem células. O interesse nelas vem de sua capacidade de gerar células de praticamente todos os órgãos e tecidos do organismo humano. O potencial de terapias que usam células-tronco é enorme, definindo toda uma nova área da medicina, que poderia tratar com reposição de células saudáveis doenças que causam a degeneração de tecidos.

A oposição afirma que retirar as células-tronco dos embriões equivale a assassiná-los, que a ciência não deve destruir vidas. Essa retórica é típica de uma ideologia religiosa radical. Na prática, a situação é muito diferente. A proposta dos cientistas é utilizar embriões descartados pelas clínicas de fertilização artificial. Caso não sejam utilizados, serão congelados indefinidamente ou simplesmente destruídos. Portanto, o que se propõe é justamente o uso de embriões para salvar vidas. Seguindo tal raciocínio, também essas clínicas deveriam ser proibidas, já que inúmeros óvulos são inseminados e embriões gerados para que apenas um ou dois venham a formar um feto.

Enquanto isso, cientistas coreanos anunciaram que conseguiram desenvolver células-tronco _ a partir de embriões clonados das células dos doentes, técnica semelhante à clonagem de animais _, com uma eficiência que só se acreditava possível daqui a décadas. O objetivo não é copiar humanos, mas retirar as células-tronco para tratar os pacientes.

É inútil tentar bloquear o progresso da ciência com uma mentalidade religiosa retrógrada. O que não for feito nos Estados Unidos ou no Brasil, será feito em outro lugar.

(Adaptado de Marcelo Gleiser, Folha de S. Paulo, Mais!, 29 de maio de 2005, p. 9)

10. (FCC – Pref. Santos 2005) O assunto principal do texto está

(A) na censura a restrições a procedimentos científicos por posições ideológicas.

(B) no alerta contra trabalhos de pesquisa realizados por cientistas na Coréia.

(C) na crítica ao potencial terapêutico utilizado em tratamentos com células-tronco.

(D) na aceitação de um controle oficial do país sobre as pesquisas nele realizadas.

(E) na preocupação de cientistas em não infringir princípios religiosos.

11. (FCC – Pref. Santos 2005) Caso não sejam utilizados … (3o parágrafo)

A frase acima introduz, no contexto, a noção de

(A) causa.

(B) finalidade.

(C) temporalidade.

(D) proporcionalidade.

(E) condição.

12. (FCC – Pref. Santos 2005) O pronome que substitui corretamente o segmento grifado e está colocado de acordo com a norma culta é:

(A) definindo toda uma nova área da medicina _ definindo-lhe

(B) que causam a degeneração de tecidos _ que causam-na

(C) que retirar as células-tronco dos embriões _ que retirá-los

(D) um ou dois venham a formar um feto _ venham a formá-lo

(E) que conseguiram desenvolver células-tronco _ desenvolver-lhes

13. (FCC – Pref. Santos 2005) O objetivo não é copiar humanos, mas retirar as células- tronco para tratar os pacientes. (final do 4o parágrafo)

A frase acima está corretamente reescrita, sem alteração do sentido original, em:

(A) O objetivo é tratar pacientes retirando células-tronco e não clonar pessoas.

(B) Não retirar as células-tronco nem copiar humanos, no tratamento de pacientes com esse objetivo.

(C) O objetivo, além de não clonar pessoas, para tratar os pacientes, é de não retirar as células-tronco.

(D) O objetivo é tratar os pacientes, não é clonar humanos, nem retirar as células-tronco.

(E) Para tratar os pacientes, não retirar as células-tronco, além de não copiar pessoas

14. (FCC – Pref. Santos 2005) Há palavras escritas de modo INCORRETO na frase:

(A) Em todos os tempos, a mistura de ciência e dogmatismo religioso resultou em prejuízos consideráveis à progressão do conhecimento.

(B) Com as pesquisas dirigidas para a obtensão de células-tronco foi dado um importante paço no avanço da medicina.

(C) O mapeamento genético dos doentes possibilitará a prescrição de medicamentos em dosagens sob medida para cada um deles.

(D) Cientistas brasileiros sobressaíram nas descobertas do bem-sucedido projeto de seqüenciamento de genes.

(E) Será possível, proximamente, detectar o surgimento de doenças com métodos menos invasivos, de forma bem mais simples e barata.

15. (FCC – Pref. Santos 2005) Cientistas em todo o mundo dedicam-se …… pesquisas com células-tronco, destinadas …… combater certas doenças degenerativas, que trazem sofrimento …… uma grande parte da população.

As lacunas da frase apresentada estão corretamente preenchidas por

(A)  à – a – a

(B)  à – à – a

(C) a – a – a

(D)  a – à – à

(E)  a – a – à

From → Exercícios

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: